Quem Somos

A APPSA, Associação Portuguesa de Pesca Submarina e Apneia, foi fundada no dia 14 de Outubro de 2007 por um conjunto de companheiros que sentiram a necessidade de criar uma associação para a defesa dos interesses da comunidade.

LogoAPPSA

À época, a caça submarina detinha uma imagem desgastada em consequência de várias causas:

  • por culpa da conduta de alguns praticantes que, de facto, não dignificavam a prática da actividade;
  • por culpa da ignorância de quem tinha a tarefa de regular, que penalizava a actividade com uma legislação asfixiante e desproporcionada;
  • por culpa do lobi dos interesses instalados no meio subaquático, cuja cultura de convivência com a caça submarina era, simplesmente, inexistente;
  • por culpa ainda do politicamente correcto associado à desinformação, que acolhia com bons olhos as acções de protecção ambiental, mas ignorava que a caça submarina era, como é, a forma lúdica de pescar mais sustentável e selectiva.

Neste contexto de grande mas injusta hostilidade, a prática da nossa actividade tendia, aos poucos a desaparecer, reflectindo-se já no decréscimo do número de praticantes, no fecho das revistas da especialidade e nas dificuldades crescentes sentidas pelas lojas, fabricantes e importadores de equipamento.

Foram setenta e oito os sócios fundadores da APPSA, que elegeram para a Comissão Instaladora os associados Luís Rodrigues, Armando Maçanita, José de Sousa , António Silva e Nuno Rosado.  Estava dado o «grito do Ipiranga» da caça submarina!

A partir de então, a modalidade e os seus praticantes passaram a ter voz activa nos canais do poder e da regulação, não permitindo mais que as «coisas» acontecessem nas suas costas!  O poder de insinuação, a capacidade de diálogo e o sentido pedagógico da intervenção da APPSA, acabaram dando resultados muito positivos.  A sua Direcção foi recebida no Parlamento, nos ministérios, nas secretarias de Estado, no então Instituto da Conservação da Natureza, entre outras entidades, e a todos se apresentou como legítima representante dos interesses da caça submarina, explicando como se praticava e porque era a forma de pesca mais sustentável e selectiva. Mas mais: exigiu ser ouvida e estar presente em todas as acções que, de forma directa ou indirecta, tivessem repercussões na prática da modalidade!

Hoje, volvidos quase oito anos, a APPSA não só é escutada pela tutela como é seu parceiro em sede de regulação.

Sem prescindir da defesa dos interesses dos seus praticantes, a APPSA defende um modelo de protecção ambiental numa lógica de conformação com o usufruto ambiental.  Assegurar a sustentabilidade de forma equilibrada, disciplinando, condicionando, consciencializando, recusando os modelos fundamentalistas ou radicais. Para que a caça submarina nunca acabe!

SOMOS AMIGOS DO AMBIENTE, FAZEMOS PESCA SUBMARINA!